Comportamento

O que é um Bom Vinho?

Esta é uma questão bastante frequente para nós que estudamos sobre vinho. E
é uma questão que não tem uma resposta certa. Na verdade tem. Tecnicamente um
bom vinho é aquele que equilibra acidez, álcool e tanino no caso dos tintos. Todas as
vezes que eu respondi isso, a reação foi a mesma: expressão de quem ouviu o que não
queria e saiu sem resposta. Pior ainda é quando respondo com a mesma pergunta.
Mas encorajo a cada um que estiver lendo texto a responder para si mesmo:
O que é um bom vinho?
Para se definir um bom vinho há alguns fatores a se levar em consideração
como a região onde são plantadas as uvas, solo, clima do local, clima da safra, local
onde é produzido o vinho, tipo de uva, tipo de barril onde o vinho é amadurecido e
envelhecido e tantos outros que já começo a me perguntar: estou ajudando a pessoa
que está lendo? Não. E nem que conseguisse resumir tudo a dois ou três fatores eu
poderia ajudar. E por um motivo tão simples quanto verdadeiro: vinho não é uma
ciência exata, não existe uma regra que faz com que um vinho seja bom para todo
mundo. Vou responder a pergunta do título e será a minha resposta a isso, assim como
se você respondeu, sua verdade também está posta.
Um bom vinho é aquele que se une ao momento em que está sendo bebido.
Seja em um jantar com amigos, um momento romântico, uma festa, uma noite
solitária lendo um livro, assistindo um filme ou mesmo criando ideias, o vinho se
incorpora ao momento não sendo nem a estrela e nem somente algo a mais ali
presente. O vinho se mostra como um complemento, aquilo que faz a diferença para
que o momento seja melhor. Um bom vinho é aquele que você toma e lhe traz uma
sensação que nenhuma outra bebida pode trazer e que não me atrevo a tentar
descrever aqui. Um bom vinho, enfim, é aquele que está na resposta que você deu à
pergunta do título. É o seu bom vinho.
Obrigado pela leitura e até o próximo gole!
FONTE: Fernando Rios Andrade
Previous ArticleNext Article