Comportamento

Faça uma Festa de Divórcio e deixe a tristeza de lado com o fim do casamento

Para algumas pessoas pode ser bem estranho, para outras nem tanto comemorar o fim do relacionamento. O tema que já é bem comum em outros países, especialmente nos Estados Unidos, está ganhando força no Brasil, fazendo com que o término não seja tão doloroso e sofrido.

A Festa de Divórcio assemelha a uma de casamento, porém a diferença fica por conta da temática, com os rituais e itens peculiares, como bolo dividido ao meio, doce bem-separado ao invés do bem-casado, atrações divertidas, a aliança é martelada, o buquê queimado, entre outros.

“Depois de fazer em 2009 a minha festa de divórcio neste formato, as pessoas começaram a me procurar para fazer também. Para mim, foi uma forma de seguir em frente e não ficar amargurada, mostrar para minha família e amigos que não queria sofrer. E o melhor de tudo, ainda fiz dessa comemoração um negócio”, diz a empresária Meg Sousa.

Utilizada como um “rito de passagem”, no país ainda são poucos os casais que comemoram juntos como no exterior, a maioria dos adeptos são mulheres, que fazem da Festa de Divórcio uma forma de libertação.

Meg explica que eventos desse tipo podem ser simples, para até 20 convidados, ou grandiosas, para 200 convidados. E que é um evento divertido, que serve para quebrar o tabu que diz que esse momento deve ser sempre triste.

Para saber mais sobre a Festa de Divórcio, acesse: www.facebook.com/festadedivorcio

Previous ArticleNext Article