Giselle Kenj e a harmonia com suas quatro cobras na dança

Para alguns povos as cobras são vistas como símbolos, na mitologia indiana desempenham um papel de suma importância, no Egito antigo representavam soberania, atualmente os quichés (povo maia da Guatemala) realizam um ritual de fertilidade, dançando com cobras e os chortis, associam a alguns santos católicos.

Já para muitos de nós, esses répteis causam medo e até pânico, mas para Giselle Kenj é o contrário. Referência no Brasil em dança egípcia, a bailarina encanta a todos quando se apresenta com seus “babies”, quatro pítons que moram em sua casa e dormem na mesma cama.

Cada uma de suas cobras possuem fortes características, o Thot (17kg/3m) é o que mais gosta de dançar, tem uma natureza zen e sábia, o Rah (20kg/3,5 m) é protetor, prudente e extremamente carinhoso, o Hórus é mais independente (14kg /3m) e o Shiva (14kg /2,90 m), é moleque e o que mais disputa a liderança dentro de casa.

“A convivência com elas é corpo a corpo, vivo como egípcios e as sacerdotisas na antiguidade, as considero animais sagrados. O domínio que tenho sobre elas, vem através do conhecimento, por também ser bióloga, e principalmente, amor, carinho e respeito. Para criação desses animais exóticos, os cuidados são inúmeros, por isso sempre fico atenta às suas necessidades e vontades, diz Giselle.

Na dança elas seguem Giselle, que as introduz em performances surpreendentes. Porém, em alguns momentos a bailarina segue os movimentos delas, que formam um desenho espetacular em seu corpo, criando números únicos.

Giselle também explora outras vertentes da dança egípcia em seus shows como a espada, véus (único véu, véu duplo, sete véus e véu wings), punhal, saidi (bastão/bengala), snujs (sagat), beduína, clássica, candelabro, pandeiro e solo de derbake. Para saber mais sobre Giselle Kenj, acesse: www.facebook.com/pages/Giselle-Kenj

Sobre Giselle Kenj:
A bailarina Giselle Kenj, referência em dança egípcia no Brasil, faz apresentações semanais na capital de São Paulo, disseminando as diferentes vertentes da dança egípcia e árabe. Formada em biologia, largou a profissão aos 27 anos em busca do seu sonho, a dança. Giselle é bailarina, atriz, coreógrafa, palestrante, professora de sua companhia de dança e produtora artística. Em suas aulas, ensina que a autoestima e o bem estar, podem ser adquiridos através do equilíbrio entre a saúde e a mente. Atualmente coordena 26 bailarinas nas noites de show árabe do Dunas Bar.

MARA KUYA! Pela tradução tupi, o maracujá

Fruto que se come na cuia, pela tradução tupi, o maracujá fruta tão popular entre nós.

Pertencente as plantas do gênero Passiflora, mais especificamente da família Passiflorácea ocorre nas zonas tropicais e subtropicais da América.

Sua árvore também recebe o nome de maracujazeiro e se desenvolve como uma trepadeira e seus frutos na sua versão mais popular são amarelos quando maduros.

No mundo são encontrados até o momento, 24 subgêneros e 465 espécies, das quais entre 150 e 200 ocorrem no Brasil.

Muito conhecido por ser uma planta com propriedades calmantes, o maracujá, vai muito além com seus benefícios a nossa saúde.

Sua casca possui uma substancia chamada pectina, eficiente no combate ao colesterol, gordura e excesso de açúcar no organismo. Porém, na fruta ainda são encontradas as vitaminas A C e do complexo B, além de sais minerais como: ferro, sódio, cálcio e fósforo.

Dona de uma belíssima flor, popularmente chamada de a Flor da Paixão, o que se deve ao fato de, segundo a crença popular nela estar representada a paixão de Cristo, pela semelhança com a coroa de espinhos, os pregos e as 5 chagas de Cristo crucificado.

O maracujá é polinizado por uma única espécie de abelha, conhecida por mamangaba, que se destaca por seu tamanho e robustez do corpo e mede em média 3 cm, o que também lhe rende ser chamado de abelhão.

Para um bom suco recomenda-se a fruta mais nova consistente e pesada.

Já para outros fins, como uma torta ou mouse o fruto bem amadurecido, ou seja, quando a casca já se encontra toda enrugada é o recomendado. Vale lembrar que para a criatividade não há limites. Ou seja, como toda fruta tropical o maracujá já é muito utilizado na gastronomia atual e em coquetéis alcoólicos ou não. Bem como em várias linhas de cosméticos na forma, de cremes, loções, shampoos etc.

O Brasil é o maior produtor mundial do maracujá amarelo, com uma safra superior a 800 mil toneladas ano e a Bahia é o estado da nação que mais produz superando as 350 mil toneladas ano. Dados do IBGE do ano de 2013.  

 

Texto e Fotos: Jornalista Luciano

Don Corleone Barbearia reúne diversos serviços para fidelizar os clientes

A profissão de barbeiro que surgiu na Grécia Antiga, conforme prega a mitologia, ganha força entre os homens modernos. Com o crescimento do segmento, aumenta também os clássicos Barber Shops do século XX, porém com estilo mais descontraído. Um exemplo é a barbearia Don Corleone, em Santo André, que reúne na unidade matriz (Estrada João Ducim, 704 – Jd. Jamaisca), uma tabacaria, perfumaria, bar e lounge. Já a segunda unidade da rede (Avenida D. Pedro I, 1535 – Vila Pires), conta com um estúdio de tatuagem.

O local exclusivo, é ideal para o homem socializar com os outros, debatendo, conversando e interagindo no mundo deles, parte da cultura mantida desde os séculos passados. “Disponibilizamos um espaço com mesa, guarda-sol, uma área open air, se o cliente quiser fumar um cigarro, tomar uma cerveja enquanto espera”, diz Jonh Richard Deniz, proprietário.

Com decoração inspirada nas antigas barbearias nova-iorquinas, retratadas em filmes da máfia das décadas de 1940 a 1960, possui em sistema hi tech, para o cliente assistir ou escutar o que quiser utilizando seu próprio celular. Outro diferencial é o uso do aplicativo (app) Booksy, que permite ao cliente consultar a agenda do salão e escolher o melhor horário para atendimento. Normalmente, as duas unidades funcionam das 9h às 20h, mas Jonh afirma que os horários são flexíveis, assim, o cliente pode marcar até meia-noite.

Apesar da vasta concorrência, para se destacar no setor, Jonh aposta no diferencial do Don Corleone, na especialização dos profissionais envolvidos e nos produtos voltados ao público masculino.

Fanpage: https://www.facebook.com/DonCorleoneBarbearia

Telefone: 11 3432.8685